21 de setembro de 2017

O que se Planta...


Vou fazer uma pergunta importante pra você:
Qual é o seu problema hoje?


Vc sente falta de paz? Ou está faltando dinheiro?
Você se sente incompreendida? Falta cooperação?
Falta alegria? Ou propósito?


Nesta semana em que eu escrevo este artigo aconteceram dois casos com pessoas conhecidas.
Uma delas esqueceu um celular em uma agência de banco. A outra perdeu o celular em uma praça pública.
Uma delas teve o celular de volta. A outra chegou a combinar um lugar para o resgate, mas nunca mais viu o aparelho.
Nos dois casos os celulares foram encontrados por seres humanos.


Foi pela minha jornada de vida que eu aprendi que, para realmente entender alguma coisa, a gente precisa não julgar.


E, para não julgar, é necessário "olhar de fora".
Isso implica colocar em frente aos olhos (e ouvidos) aquele filtro de quem chega em um lugar completamente desconhecido, pra onde nunca foi antes.
Como chegar em um país estranho para conhecer a cultura local…
Mas, na verdade, o exercício funciona, mesmo, quando a gente olha pelos olhos de um extraterrestre.


Então eu convido você a vestir essa "fantasia" hoje.


Olhar para os seres humanos e o planeta como se estivesse invisível, olhando para a humanidade sem se envolver, sem emoções, de dentro sua nave espacial.


Você observa, em uma cidade enorme e tumultuada, duas pessoas encontrando dois aparelhos de comunicação que não são delas.


Você observa a dúvida no rosto delas... quem será que perdeu?


E a partir daqui você observa o caldo emocional que inunda cada uma dessas pessoas.


Você observa a que pensa em si mesma, e a que pensa na outra.
Você observa a que quer mais para si, e a que tem o impulso de fazer pela outra.


Mas sabe o que você observa, de verdade, nessa situação?


Você observa a escassez e a abundância sendo colocadas em prática.


E você, da sua nave, do alto das viagens no tempo-espaço, percebe que este planeta é um enorme jardim.


Percebe que a mente e as emoções das pessoas soltam sementes o tempo todo.


E você vê que aquela pessoa que pega o celular para si tem o sentimento de que está sempre faltando pra ela... por isso ela precisou aproveitar aquela oportunidade para pegar pra si um aparelho que não é dela.
Essa pessoa só sente escassez, então ela continua sentindo falta…
Falta amor, falta confiança... às vezes falta até comida.



E você vê que a outra pessoa, que plantou a semente de 'pensar no outro', da abundância de "tem pra todo mundo"... e vê que tem sempre alguém pensando nela.
Tem sempre alguém cuidando dela para que não falte o essencial, o amor e a alegria.



Porque a vida é um grande feedback…
E a Terra é um grande jardim.



Meio redundante e sem nenhuma novidade... vou trazer o ditado, muito verdadeiro:



"Cada um colhe o que planta".



Se esse ditado ao menos fosse compreendido, a gente estaria em um mundo melhor.



Mas o problema é:



Quem está consciente do que está plantando?



Você estava consciente quando plantou sua escassez? Seus problemas?



Mas como fazer pra estar mais consciente e plantar mais abundância, então?



Essa pergunta eu me fiz muitas vezes ao longo da minha vida.
Muitas vezes as coisas aconteciam comigo de uma forma tão injusta! Como eu podia ter plantado isso pra mim? Como eu posso fazer diferente?



Como se pode abrir mão da escassez e ter atenção pra abundância, nesse mundão em que a gente vive?



E a resposta não veio pronta, não.



Eu fui construindo essa consciência conforme fui observando a natureza



...e associando o que eu vejo aos métodos naturais de equilíbrio e cura que eu estudo.



Aprendi que a mente determina muito do que a gente chama de *realidade*...



...que a gente tem os mesmos problemas, coletivamente, porque usa os mesmos filtros de percepção de escassez na nossa mente...



...e que há infinitas realidades acontecendo agora mesmo, bem na nossa frente... mas que a gente só filtra uma ou duas.



Foi por isso que eu decidi "dar um tempo" no que é a "realidade" coletiva…
E resolvi criar um método de "plantio de realidades" na minha vida…



...que eu chamei de Jardinagem Afetiva :)



Onde eu planto jardins com consciência e amor… e isso se reflete trazendo mais verde no campo físico…



… e mais harmonia no campo emocional.



E o resultado é que eu comecei a colher muito mais flores do que os espinhos que eu tinha antes.



E comecei a me sentir mais confiante e mais próspera também.



Além de mais feliz :)



Então o que eu sei é que a gente pode plantar sementes melhores, diariamente…



...com amor, com alegria...



E pode estar na hora de você começar a colher sua paz pessoal, uma tranquilidade maior em relação ao dinheiro…
… E colher mais prazer na hora do trabalho, colher confiança nas relações, compreensão, respeito…



...Colher o que você acha certo pra você.



Então, se você quer saber mais sobre a jardinagem afetiva - gratuitamente - é só você se inscrever nesse link aqui abaixo:






Que você vai receber por email os primeiros passos para seu plantio de abundância na sua vida.


Eu estou ao seu lado. _/\_



Um abraço de Luz!


Leticia









9 de agosto de 2017

[PANC] Guia de Plantas para uma Horta mais Fácil

O que você acha de ter uma hortinha fácil de cuidar...


...e que fornece pra você alimentos altamente nutritivos?


Muitas são as pessoas que querem ter uma horta...


...poucas são as que conseguem ter toda a dedicação que uma horta convencional requer.


Isso é porque as plantas que a gente está acostumado a ter na nossa culinária são...


Importadas!


São plantas nativas de outros ambientes, outros continentes...


...e aí precisam de todo um cuidado especial pra se crescerem resistentes em um "clima estranho".


Mas pensa comigo:


Será que a Natureza é idiota?


Ou será que ela fez uma planta certa pra cada lugar?


Eu acredito que não há nada tão consciente quanto a própria Natureza, com toda sua diversidade em equilíbrio...


...e, dentro dela, há plantas que crescem bem aqui no Brasil, com muito mais resistência que as hortaliças tradicionais e, muitas vezes, com muito mais nutrientes também!


E pra você reconhecer a abundância de alimentos que está em sua volta agora mesmo, meu amigo Guilherme Ranieri compilou o que você precisa saber em um livro...


...que você pode baixar gratuitamente agora!


>>> Guia Prático de PANC - Plantas Alimentícias Não Convencionais

Nesse livro, você vai conhecer as espécies mais adequadas para o cultivo na agricultura urbana e nas hortas escolares.


E mais:


- As PANCs podem ocupar espaços onde há pouca insolação [aquela sua varanda que bate pouco sol...]

- podem crescer em solo não tão fértil [vai bem com poucos cuidados]

- podem crescer também em solo úmido ou seco demais para as culturas convencionais. [lembra daquela hortinha que morreu porque você esqueceu de regar? Ou pôs água demais?]


Você também vai ver respondidas perguntas como:


- Quais são seus benefícios para a saúde?
- O consumo das PANC é seguro?
- Qual a relação entre as PANC e cultura alimentar?


Além de um catálogo lindo de plantas... com foto para você reconhecê-las!


Estima-se que existam mais de 10.000 plantas com potencial alimentício...


E, das plantas espontâneas mais comuns, a maioria é comestível.


A nossa alimentação é colonizada: não privilegia ingredientes nativos, e sim os introduzidos pelos nossos colonizadores. Com isso, nossa cultura ignora as verdadeiras jóias que nascem à nossa volta.


Vamos agradecer à Natureza e aproveitar melhor o que ela nos dá?


>>> Guia Prático de PANC - Plantas Alimentícias Não Convencionais


Bons plantios e bons pratos!

Um abraço de Luz!

Leticia

7 de julho de 2017

Poesia nos Olhos

Olá!

Espero que você esteja se sentindo muito bem :)

Quero contar para você uma clareza de percepção que aconteceu comigo e pode vir a acontecer com você.

Um dia desses aqui em São Paulo estava frio...

...realmente muito frio!

E eu então resolvi postergar o trabalho para o fim da tarde e sair para caminhar um pouco...

* Esquentar meu corpo no sol! *

...logo depois do almoço.

Eu adoro caminhar, adoro o espaço público...

...principalmente por causa daquilo que a maior parte das pessoas olha, mas não vê.

E nesse dia, enquanto todo mundo andava apressado...

...fechado no seu carro, ou no seu próprio umbigo...

...eu vi uma cena linda <3

Em uma praça pública, na Vila Mariana...

...estavam duas senhorinhas conversando, sorrindo...

...em um balanço de madeira!

Duas senhorinhas como se fossem crianças na praça.

Uma cena simples, linda. Poética.
Eu amo a poesia da vida. É ela quem alimenta nossa alma.

<3
Mas em mim fica sempre soando a pergunta:
Por que esses pequenos detalhes...

...que acontecem em frente ao nosso nariz...

...não são percebidos pelas pessoas?

Você já parou pra pensar?

É a desconexão da sua percepção, a desconexão da sua própria Natureza...

...é isso o que faz você olhar e não ver.

É por isso que na Peperômia nós fazemos Jardins Planetinhas, e não simples terrários.

É por isso que nossos cursos tem sempre um passo além do superficial...

...porque, uma vez que você faz o curso da Peperômia Urbana você já não é mais uma pessoa qualquer, que olha e não vê...

...você acorda sua alma.

Você se reconecta com a sua Natureza...

...e o mundo responde com poesia.




>>>Curso de Jardins Planetinhas EXPRESS da Peperômia Urbana

13 de junho de 2017

Jardins de Luz


"Se você quer ser feliz, faça outras pessoas felizes",

diz o grande mestre, o Dalai Lama.

O que dizer de uma rede que faz pessoas felizes? 



Olá! Aqui é a Leticia :)

Quatro ou cinco anos atrás eu comecei a plantar nos vidros, como ninguém ainda plantava...

Sou uma das pioneiras em fazer terrários no Brasil.

Terrários são jardins feitos em vidros fechados, criando um pequeno ecossistema. 

O que na Peperômia chamamos carinhosamente de Jardim Planetinha.

Quatro anos atrás eu tinha medo de que outras pessoas começassem a fazer o que eu fazia...

Eu não queria ter concorrentes...

E eu não entendia o que o Dalai Lama estava querendo dizer... na verdade eu nem tinha visto essa frase dele ainda.

O meu medo me fazia solitária no mundo dos jardins...

Na verdade, todo medo deixa a gente se sentindo solitário... Talvez você perceba que, quando está com medo, é porque o outro (o que quer que seja) é estranho a você, separado de você e, em geral, desconhecido.

O medo separa um indivíduo do outro...

E, com certeza, não deixa você feliz.

Foi uma pena eu ter demorado tanto pra abrir mão do meu egoísmo... 

Mas, por outro lado, uma bênção eu tê-lo feito... 

Antes tarde que mais tarde ;)

Em 2015 eu ministrei a primeira oficina de Jardins Planetinhas da Peperômia...

...e comecei a entender essa frase do Dalai Lama aí em cima.

De lá pra cá as turmas se multiplicam e em 2016 aconteceu a primeira turma de um grande curso online onde...

...além de aprender Planetinhas...

...as pessoas descobrem como entrar em contato com seu centro mais precioso, sua Natureza dentro de si.

As alunas dessa turma se desenvolveram em meses o que pessoas não se desenvolvem em anos de terapia...

Foi IN-CRÍ-VEL!

E, sabe o que elas estão fazendo agora?

Distribuindo felicidade para outras pessoas... inclusive...

...em forma de Jardins Planetinhas _/\_

Eu coloquei aqui abaixo uma lista dos projetos de algumas das alunas da Peperômia que estão fazendo e vendendo seus jardins por diversas cidades do Brasil...

...Quem sabe não tem alguém aí na sua cidade?

E então você pode ter um Jardim de Luz pra você?

;)


Porto Alegre-RS 

Carla Babi
(51) 99664-4173
Face: Studio Terrarium
Instagram: studiopoaterrarium




 Itu - SP 


Noemi Shigetomi
(11) 94989-6690
Face e Instagram: Mahalo Atelier
www.mahaloatelier.com


Mogi Guaçu - SP. 

Fernanda Cornachioni
(19) 997282923
Face e Instagram: Akasha Terrários


Nova Aliança-SP 

Ivana Piton
(17) 99186 9154
Face e Instagram: Jardim de Nirvana


Brotas - SP

Valeria Closel Spina Barbieri
(14) 991949053
Face: Meu Sonho Verde
meusonhoverde@gmail.com


Mairiporã -SP

Fernanda Chinaglia
(11) 99136-9651
Face e Instagram: Padma Jardinaria


São Paulo - SP

Simone Uhelszki
(11) 9940 31741
Face e Instagram: Simples Terrários

Denise de Almeida
(11) 99296-7475
Face e Instagram: Ervilha doce - minijardins e afins
dealmeidadenise8@gmail.com


Contagem - MG



Poços de Caldas - MG

Michelle Veloso


Anápolis - GO

Priscila Heis
(62) 98286-2070
Face: Instituto Zhoé


 Goiânia-GO 

Karla Machado
(62) 99647-5056
Instagram: terrarium.gyn













Para fazer seus próprios Jardins Planetinhas de Luz:

>>> Curso Planetinhas EXPRESS




Fotos dos Jardins, em ordem de aparição:
Carla Babi  -  Ivana Piton  -  Simone Uhelszki  -  Fernanda Cornachioni








31 de maio de 2017

Sua Natureza, Sua Água, Seu Destino

Olá!

Espero que você esteja se sentindo muito bem :)

E quero compartilhar com você algo que vai deixar você melhor ainda! \o/

Antes, eu quero perguntar pra você se você já viu essas imagens:


       amor                         gratidão                        eu odeio você




Essas fotos, acredite ou não, são imagens de cristais de uma mesma água, após passar algumas horas sob influência de algumas vibrações...

...Quando eu digo vibrações, pode ser palavra, música, pensamento...

Olhando para essas imagens, você sabe de quais delas você gosta mais?

Não é difícil separar as agradáveis das desagradáveis, não é mesmo?

Esse experimento, orientado pelo Dr. Masaro Emoto, mostra como os cristais de água podem mudar sua forma física quando recebem a influência de uma vibração...

... seja através de palavra, imagem, pensamento ou música.

Vibrações de união e amor causam um efeito...
Vibrações de separação e ódio causam outro.

E então você pode estar pensando... E daí? (Né?)

Bem... muito mais vezes do que imaginamos, nossa vida está diretamente entrelaçada com a vida das plantas e da natureza...

Por exemplo:

- Você sabe quanto de água tem no corpo das plantas? A resposta é entre 65% a 90%

- E você sabe quanto de água tem no corpo humano? Entre 65% a 90%

- E você sabe quanto do planeta Terra é coberto de água? 2/3, ou seja, mais de 65%... Agora imagina os lençóis freáticos e pensa se a proporção não é semelhante à água no nosso corpo também!

Incrível, né?

Você percebe que temos um potencial imenso para explorar se nos conectarmos melhor com a nossa Natureza?

E agora entra a nossa alegria ;)

Faltam só 5 dias para o início da 4a edição da Semana dos Jardins que Fazem Bem...

E é nesse workshop que onde você vai entender melhor e aprender como usar o seu potencial natural, a Sua Natureza, para viver uma vida mais plena, tranquila e saudável...

...Vai aprender também como deixar os cristais de água do seu corpo nos formatos mais lindos dessas imagens...

[Pensa que os cristais mais lindos e equilibrados são sinal de corpos mais saudáveis, o que é verdade!]

E você vai aprender como deixar os cristais de água das suas plantas mais lindos também.

E tudo isso além de fazer o seu Menor Jardim do Mundo!

Está preparada/o pra mergulhar nessa Luz?

E já se inscreveu pra participar? 


Até jajá!! Um abraço de Luz!
  
Leticia Momesso
Criadora e Idealizadora da Peperômia Urbana
Jardins que Fazem Bem e Cabem em Qualquer Lugar



OBS: Se você quiser convidar algum/a amiga/o para participar também desse workshop gratuito, é só enviar para ela/e este convite: