8 de fevereiro de 2011

Jardim Urbano Externo I

Tudo começou com a idéia de melhoramento estético de uma rua onde todas as casas estão de frente para um mesmo muro feio e mal cuidado. Apaixonada por jardins verticais desde que os conheci, e louca para interferir nesse muro feio há bastante tempo, combinei a idéia da reutilização de garrafas e outros recipientes com a idéia de uma maior harmonia aos moradores que todos os dias dão de cara com o muro assim que saem de casa.

Contei com a ajuda do Gugão, que deu um empurrão inicial e acabou virando um companheiro nessa jornada, e de alguns dos moradores da rua que aos poucos foram chegando, apoiando, doando areia, recipientes, trazendo mudas, ajudando na mão-de-obra de lavagem, pintura e de pendurar os 'vasos'.

Juntei uma turminha de crianças em uma oficina de sementeiras e de transformação de garrafas pet que ainda não foram para o muro, mas irão em breve.

Posto aqui algumas fotos de antes e depois, um alívio ao olhar de quem passa e de quem mora. O jardim segue crescendo!






Jardim Urbano Interno I


A proposta: fazer uma divisão na sala com as chefleras de um vaso que precisavam ser replantadas, utilizando o máximo de materiais que já foram usados (reutilização de materiais descartados).

Como alternativa a vasos comuns comprados prontos, utilizamos duas caixas de laranja, de madeira. Pintamos de branco devido ao estado em que as caixas se encontravam e fizemos um forro interno com lona e um ‘ralo’, feito com uma parte de um tubo de creme dental vazio.



Para a drenagem, usamos isopor picado, daqueles que vem em caixas de eletrodomésticos e que também costumam ser descartados.

Plantas em casa

“Estudos da NASA indicam que as plantas retiram do ar os poluentes mais comuns, como formaldeído, tricloroetileno e benzeno, e também ajudam a balancear a umidade atmosférica.”

“Segundo estudo realizado pela Universidade Estadual de Washington, as plantas não só melhoram a qualidade do ar, como podem aumentar a produtividade de uma empresa (foi constatado um aumento de 30% na produtividade, além de uma redução do estresse dos funcionários).”

As plantas embelezam e trazem alegria e saúde ao ambiente, com baixo custo e eficiência.
É importante atentar para as condições do ambiente (sua casa/quintal/escritório) antes da escolha das espécies a serem introduzidas: luz, espaço para desenvolvimento das raízes e parte aérea, umidade do ar, temperatura e correntes de ar.

Fonte:  Da Planta ao Jardim – Assucena Tupiassú

Cidades mais verdes

ONU-Habitat diz que cidades precisam ser mais verdes

O Centro da ONU de Assentamentos Humanos, ONU-Habitat, voltou a
defender a promoção de cidades mais verdes.

A declaração foi feita pela chefe do ONU-Habitat no Brasil, Cecilia
Martinez, durante uma conferência para
marcar o Ano Internacional da Biodiversidade.


Questão Social
"Hoje se fala mais do que nunca na questão das cidades sustentáveis.
Nós não podemos continuar com este tipo de desenvolvimento. Temos que começar a mudar na questão da economia, do emprego, do consumo. E pensar que cada ação que

fazemos na economia, na questão social temos que pensar mais em ações verdes",
disse.

*Reportagem: Soloni Rampin e Valeria Schilling, Unic-Rio.

O Mundo

Nosso planeta foi criado para ensinar à alma o equilíbrio entre o mundo espiritual e o mundo físico. Muitos se esqueceram de que somos essencialmente seres espirituais com consciência criadora. Somente por meio do esforço combinado de todos aqueles que vêem com clareza, é que consiguiremos elevar o nível de consciência presente e, assim, tornar a Terra um lar mais leve.

 Milhões de pessoas no nosso globo estão se tornando conscientes de que estamos vivendo em uma crise espiritual e ecológica. Uma reflete a outra. Como não fomos ensinados sobre o amor, não temos acesso ao amor que habita nosso eu interior; passamos então a desonrar a terra, os oceanos, os rios e os lagos, contaminando a atmosfera com gases venenosos, demonstrando pouco, ou nenhum amor pelas coisas vivas. Nossa falta de equilíbrio e de acesso ao divino está refletida em toda parte; os danos que causamos à Terra se constituem num dos espelhos mais expressivos desse fato.

 O Universo e o mundo não existem por acaso ou pelo que as pessoas chamam de evolução natural, mas existem por força da intenção e do fogo criador de todos os seres vivos do Universo. Juntos, nós compomos Deus; cada um de nós tem habilidades, energia, desejos e amor. A questão é o que estamos fazendo com essas qualidades. Estamos compatilhando energia e ajudando a construir um mundo melhor para todos, ou estamos usando nossas qualidades para controlar o mundo ao nosso redor?

Robert Happé

7 de fevereiro de 2011

Você, eu e o mundo

Um mundo melhor no futuro se faz agora. Conscientize-se, reduza seu consumo, reutilize antes de descartar, descarte adequadamente. Polua menos e tenha mais plantas à sua volta. Reveja seus valores.

Consuma produtos locais sempre que possível. Quando o alimento não precisa viajar por grandes distâncias por estradas ou pelo ar, menos gases de efeito estufa são emitidos durante o transporte até o mercado.
Pense antes de comprar. Produza seu próprio alimento sempre que possível. Junte-se a seus vizinhos, forme grupos de trabalho, crie alternativas... [O total de 30,8 bilhões de toneladas de dióxido de carbono emitidos em 2009 foi o segundo mais alto da história humana, abaixo somente das emissões de 2008]