29 de janeiro de 2016

Hortinha de Brotos

Você quer ter uma primeira experiência de plantar desde a semente e colher sua salada? 

Quer uma hortinha resistente a qualquer jardineira/o de primeira viagem?

Que tal alegrar as crianças, além da sua criança interior, acompanhando todas as fases de crescimento de uma planta em somente uma semana?

Tenho uma coisa linda para lhe apresentar:

Hortinha de Brotos



Os brotos são alimentos vivos, muito frescos e cheios de energia. Ajudam a desintoxicar o corpo, são cheios de fibras e nutrem de verdade, pois são ricos em vitaminas e minerais.

Sua juventude, sua força, suas moléculas de vitalidade migram das células verdes para as do seu corpo. Você. Saborosamente.

Eu amo e acredito de verdade que esta hortinha pode ser um primeiro passo para tomar gosto por plantar :)

Vai-se sentindo a terra, vendo os ciclos, se entregando à planta. No final ela se entrega para você.

Receba gratuitamente o passo a passo para uma Hortinha de Brotos. É só se inscrever:

>>> Quero Minha Hortinha de Brotos

Você vai receber a cartilha por email.

;)

Um abraço de Luz!



OBS: Se você quer conhecer o curso de Hortas para Pequenos Espaços, você pode acessar aqui. Tem 7 dias gratuitos para você experimentar e escolher se vai pagar.






28 de janeiro de 2016

O Jardim Curioso: um Ótimo Livro para Crianças de Todas as Idades

Recebi esse livro de uma amiga querida, que disse: 
“Le, este livro é sobre você.”

Eu ri, porque na contracapa está escrito:
“A busca de um menino por um mundo mais verde... um único e grande jardim.”


Me sinto honrada :)

Será o livro um pouquinho sobre você também?

“Era uma vez uma cidade que não tinha jardins, nem árvores, nem vegetação de nenhum tipo. A maioria das pessoas passava o tempo todo dentro de casa. Dá para imaginar que era um lugar muito sombrio.”

Assim começa o livro “O Jardim Curioso”, um livro para crianças de todas as idades que retrata a história de um menino que morava nessa cidade cinza, mas gostava de passear a pé e um dia encontrou acesso a uma ferrovia abandonada. Percebeu que havia plantinhas nascendo lá, espontaneamente, que eram coloridas, mas que precisavam de um jardineiro.

O menino não era jardineiro, mas mesmo assim resolveu cuidar das plantas. O autor ilustrou como a princípio o menino quase afogou as plantas, cometeu erros, mas ainda tentava cuidar do jardim... (não somos todos nós assim?).  

Achei curiosíssimo que, na sua busca de uma melhor forma para cuidar, há a ilustração do menino cantando para as plantas <3

Em sua simplicidade de ser criança, o menino sabia que as plantas sentiriam o carinho em seu canto. 

Faço minhas as palavras do autor, na nota do livro:
“Muitas vezes parece impossível a natureza vicejar numa cidade de concreto, tijolo e aço. No entanto, quanto mais viajo, quanto mais observo o mundo à minha volta, mais constato que a natureza sempre explora avidamente lugares que esquecemos. Em todas as cidades podemos encontrar flores, relvados e até pequenas florestas que crescem espontaneamente, basta procurar.”

Penso comigo nas pessoas desse nosso grupo lindo: os Hortelões Urbanos.

Somos como o menino do livro: Enxergamos os espaços, não como eles são, mas como poderiam ser. E contaminamos uns aos outros com a vontade de fazer jardinagem.

Quem sabe nossa cidade também não termina todinha verde?
Eu desejo que você e eu sejamos cada dia mais como o menino: mesmo depois de ter estudado, experimentado e ter tido sucesso com seu jardim, ele continuava cantando para as plantas.



    



Segundo o autor, é uma fábula sobre a High Lane, uma ferrovia que atravessa Manhattan e em 1980 foi fechada e esquecida pelas pessoas, mas passou a ser ocupada pela natureza, virou um parque elevado e mudou a cara de Nova Iorque.

E você? O que você quer para a sua cidade?


    foto: Conexão Mundo



O Jardim Curioso / Peter Brown; tradução de Monica Stahel – 1. ed. – São Paulo : Editora WMF Martins Fontes, 2014.