4 de dezembro de 2014

Isso também lhe faz pensar?

Olá!


Aqui é a Leticia, criadora da Peperômia, tudo bem?


Este texto foi primeiramente escrito em um email, mas eu resolvi transformá-lo em um post para compartilhar com você um pensamento transformador…


Uma vez eu estava conversando com uma psicóloga muito conceituada chamada Isa Caldas Alves. Ela me contou ser provado que seres humanos não sobrevivem sem o contato com outros seres: Bebês que nascem saudáveis e são bem alimentados, porém ficam em incubadora, alimentados por máquinas e sem contato humano, não se desenvolvem da mesma forma como os outros, os que foram acalentados nos braços de alguém. Na realidade, podem não sobreviver, porque lhes falta contato com outra vida. “O ser humano é feito de relações”, Freud já dizia.


Isso também não lhe faz pensar?


Se você está lendo este, então você sobreviveu a essa fase da primeira infância, assim como eu, já que lhe escrevo. Mas quantas vezes nós, na correria do dia a dia, negligenciamos um encontro, um abraço, ou mesmo uns minutinhos de introspecção para simplesmente sentir amor?


Como seres humanos que somos, alguém de nós escapa de ter um pouco de carência? Será que dá para lidar com essa carência sem sofrer com ela?


Vamos a uma outra curiosidade, um fato que às vezes é um tanto inesperado: As plantas também tem sentimentos!


Parece viagem, né? Mas é real. Foram experimentos sobre esse assunto que, na década de ‘60, originaram a famosa frase: “Você precisa conversar com as plantas”...


Na realidade, as plantas sentem a sua energia, você não precisa chegar a verbalizar nada. Elas sentem a presença da pessoa que cuida delas a kilômetros de distância; elas sentem intenções.


“Desde que acostumadas a uma pessoa, as plantas parecem capazes de manter com ela uma ligação sólida, onde quer que essa pessoa esteja, mesmo perdida na multidão.”


O que eu quero dizer é: se você tem uma planta, você nunca está sozinha/o!


Se você dedica amor a algum ser vivo, então você se enche de amor. O amor preenche a quem o recebe tanto quanto a quem o emana.


“Não há dúvida de que o homem pode se comunicar, e de fato se comunica, com os seres vegetais. As plantas são objetos vivos, sensitivos, enraizados no espaço. Podem ser cegas, surdas e mudas, do ponto de vista humano, mas estou absolutamente convencido de que são instrumentos de alta sensibilidade para medir as emoções do homem. As plantas irradiam forças energéticas que nos são benéficas e que podemos sentir. Elas se alimentam em nosso próprio campo de força, o qual, por seu turno, se reabastece de energia” [Marcel Vogel - no livro: A Vida Secreta das Plantas]


Eu tenho algumas experiências próprias a esse respeito… Mas vou deixar os detalhes para contar em uma outra ocasião; eu respeito seu tempo e não quero que este artigo fique longo demais.


O importante é que a Peperômia foi criada para ser o convite que faço a você, para experimentar uma vida mais plena e cheia de amor, como é para mim e para as dezenas de pessoas que já tiveram suas vidas transformadas.


*O amor, o carinho e a troca são a nutrição de nosso espírito.*


Um abraço de Paz e Luz,



29 de setembro de 2014

Um Jardim para Chamar de Seu

Você quer ter sua própria Peperômia?

Está fácil de encontrar! :)

Paisagens em Conserva à venda em São Paulo:  



Endossa da rua Augusta, Rua Augusta 1372 - Consolação
Segunda a Quinta: 12h às 20h - Sexta e Sábado: 12h às 22h - Domingo: 15h às 22h





Você já tem seu Jardim em Conserva Peperômia e quer saber como cuidar
http://peperomiaurbana.blogspot.com.br/2013/05/cuidados-com-o-paisagismo-em-conserva.html





foto: Priscilla Ballarin

1 de setembro de 2014

Bazar Vegano de Primavera



A Peperômia, presente!    o/




O Bazar Vegano 2014 será no dia 14 de Setembro, na Casa do Povo.

Rua Três Rios, 252 - Bom retiro - São Paulo
Próximo ao metrô Tiradentes.

das 10h às 19h.

Juntos estarão os trabalhos de ONGs e grupos que trabalham pela defesa dos direitos dos animais, pequenos produtores e micro empresários, cozinheiros, artesãos e artistas!

Assim você ajuda os animais e pessoas comprando presentes lindos e éticos, saboreia muitas delicias veganas ( e pode levar pra casa também!), aproveita a programação e encontra um monte de gente bacana!

Não esqueçam de trazer aquelas coisas que estão encostadas em casa para o Canto das Dádivas!
Roupas, cds, discos, dvds, objetos em bom estado são bem vindos! Mesmo que você não tenha nada para trazer pode pegar o que te interessar!

Lembrem também de levar suas sacolas (ecobags) para as compras
...e suas barrigas vazias pra encher de comidas veganas deliciosas!
Alguns dos expositores aceitam cartão, mas a maioria só dinheiro ou cheque para as compras!


Como é sempre um bazar incrível, e você é uma esperta ;), aguardamos sua presença... Até lá! 

27 de agosto de 2014

Lembrancinha Passo a Passo

Olá!

Quando temos uma data importante a celebrar, sempre queremos que ela seja especial, não é mesmo? E que tal se, além de especial, ela for cheia de significado?

Acredito que, como eu, você também goste de surpreender os amigos com mimos que tenham um algo levemente inesperado, e nem sempre saiba muito bem como pode fazer isso... 

Ou ainda, como a gente aqui da Peperômia, você também entenda a importância de se honrar a vida, de lembrá-la nos pequenos detalhes, com carinho...

Então este post é para você. 

Alguns dias atrás nós da Peperômia demos consultoria para a Andrea, nossa amiga e futura mamãe, fazer as lembrancinhas do nascimento do seu primeiro filho, o Ravi.

A bicicleta é das paixões da família, então nada mais justo que fosse também o tema, juntamente com a vida... plantinhas de verdade, realmente vivas, para os familiares e amigos... a vida que celebra a vida que chega.

Ficou tão sucesso que resolvemos disponibilizar aqui o passo a passo, para que você também possa conhecer os detalhes importantes para produzir com sucesso sua própria lembrancinha.

Para a aquisição das bicicletinhas, não tem segredo, não... foi aquela andadinha básica no centro de São Paulo. Lojas da 25 de março e da praça da Sé oferecem uma infinidade de pequenos suportes de arame muito charmosos, como bicicletas e gaiolinhas, em diversas opções de cores.

A sacada foi o copinho que se tornou 'vaso' para as pequenas mudas de suculentas. Quem não conhece as cápsulas de Nespresso? Andrea agitou entre as amigas e várias se prontificaram a trazer cápsulas vazias. E o conjunto, apresentando cápsulas de vários tons e cores, deu um charme maior ainda.

Confira abaixo as fotos com legenda:


Começando pelo fim:




As bicis eram muito pequenas até para a cápsula de café... o jeito foi fazer um corte no alumínio e sobrepor as laterais. Observe:





Por fim, escolhemos alguns ramos de dinheiro em penca para fazermos mudas (foto acima), assim como suculentas de tamanho pequeno. Plantamos em terra adubada (as cápsulas tem furos embaixo) e regamos com conta gotas para manter a terra levemente úmida.

Um sucesso <3

18 de agosto de 2014

Endossa - Rua Augusta, 1372 SP-SP


A Endossa tem sido nosso principal ponto de venda de Jardins em Conserva nos últimos meses.
Tem jardim de tudo quanto é tamanho... inclusive Colares Vivos :)

Não existe prova maior de que qualquer pessoa, inclusive você, pode ter um jardim que lhe faz bem.

E é com muito carinho que trabalhamos para isso :)

Horta na Caixa

Oficina de reutilização de caixotes de feira para criar hortinha de temperos para pequenos espaços.


Essa foi parte do Design Weekend SP, juntamente com a apresentação do projeto quadrAmiga. :)

























Para saber mais sobre o projeto quadrAmiga: http://www.conexaocultural.org/quadramiga-pompeia/

29 de junho de 2014

Girassóis de Luz

Girassóis de Luz são essa ideia linda que nossa cliente e amiga Andrea Daia teve para presentear as pessoas no chá de bebê de seu primeiro filho, o Ravi.





Para quem recebeu essa lembrancinha, segue abaixo o passo-a-passo de como plantar as sementinhas maximizando o sucesso do plantio :)


Se você é uma dessas, recebeu um pacotinho com algumas sementes de girassol...



Escolha um vaso ou recipiente com furo no fundo que faça o papel de vaso para você. O furo no fundo é importante para que você não afogue sua planta com um eventual excesso de água ;)

Cubra os furos do fundo com uma camada de filtro de café usado. ele vai servir para que sua terra e camada de drenagem (vamos falar disso jajá) não saiam por baixo do vaso.

Sugerimos colocar uma camada de areia no fundo do pote. Isso vai ajudar a terra a ficar fofinha e com ar entre ela, e não encharcada, o que vai favorecer muito o desenvolvimento da sua plantinha. Essa camada de areia pode ter a espessura de um dedo, ou dois centímetros, e vai ser a nossa camada de drenagem.


Depois você pode completar seu vaso com terra de boa qualidade ou substrato para plantio, ambos encontrados em lojas de produtos de jardinagem.


Então distribua as sementes na superfície da terra. 



















Você pode, com gentileza, afundar só um pouquinho as sementes para que fiquem levemente cobertas de terra. Bem de leve mesmo! Essa profundidade não deve ultrapassar o tamanho da própria semente.


Por último, regue regularmente seu vasinho de forma que a terra permaneça sempre úmida, mas sem encharcar. Você pode testar a umidade afundando seu dedo na terra para sentí-la. 

Quando as sementes brotarem, certifique-se de que as plantinhas tomem sol, para se desenvolverem bem e darem flor.

Nossos votos são de que seus caminhos sejam cada vez mais floridos! :)