24 de novembro de 2016

Pelo que Você é Grata/o?

Pegando o gancho do último post, em que eu falei da Black Friday...


Eu acredito que é benéfico e positivo colocar a mão na consciência, sempre...


E investir seus recursos no que realmente aproxima você do que você deseja...


...No que realmente leva você a reencontrar a conexão com a sua natureza...


Que é, por sua vez, o que verdadeiramente leva você ao preenchimento da sensação de carência e cura o vazio existencial.


Ou seja: investir na aproximação da sua natureza é o que vale a pena...


É o que vai levar você à sua verdadeira felicidade.


E você sabia que hoje, na América do Norte, acontece o dia que a gente realmente deveria importar?


É o dia de Ação de Graças, em que as famílias se reúnem para agradecer por tudo o que aconteceu no ano anterior.


E a gratidão é, na verdade, a prática de um sentimento que a gente deveria cultivar todos os dias, todas as horas.


Porque, a partir do momento que que você pratica a gratidão frequentemente, você tem mais saúdepazfoco no positivo...


E constrói uma realidade mais positiva e alinhada com seus propósitos de vida.


Você se sente mais feliz!


E isso é provado cientificamente através de vários estudos feitos nas maiores universidades do mundo!


Eu sou muito grata por tudo o que eu pude estudar, desenvolver emocionalmente e compartilhar com você e outras pessoas que acompanham meu trabalho.


Foram muitos os conhecimentos que eu apliquei no último ano que me levaram a um patamar de paz interna e relação com a realidade que eu não tinha imaginado ser possível antes...


Foi às vezes como sair de um mar de lama para ver milagres acontecendo na minha vida :)


E, claro, isso não veio de graça...


Veio de investimento em diversos cursos e da aplicação desses conhecimentos no dia a dia.


Mas, ao mesmo tempo, todo esse caminho foi muito divertido, amoroso e recompensador.


Por isso eu separei as melhores práticas para compartilhar com você...


E vou fazer isso através de um curso online :)


Você vai ter nas suas mãos as ferramentas que fizeram a maior diferença para o cultivo do meu jardim interno...


E o reencontro com a minha natureza.


Conhecimentos que não estão nem disponíveis em português...


Mas que você vai aprender e aplicar através deste curso.


E você também vai cultivar seu jardim no coração, de forma a realizar seus sonhos de estar tranquila/o e com o comando da percepção emocional nas suas mãos.


Um resumo de técnicas que vai levar você a se sentir mais feliz e completa/o...


Usando o que está ao seu alcance, usando a sua mente e o seu coração.


Esse curso vai ser entregue a você em aulas online e ao vivo,


Em um grupo secreto no facebook, só para quem se inscrever.


Dessa forma, você vai participar de uma comunidade de pessoas que estarão com os propósitos alinhados aos seus...


Isso é muito importante, porque quando há essa integração, todo mundo cresce mais, e cresce mais rápido!


Serão quatro aulas online, ao vivo, que ficarão disponíveis depois para você assistir quantas vezes quiser por seis meses.


Dessa forma, se você não puder assistir ao vivo, você poderá assistir no melhor momento para você.


Você prefere assistir durante a semana ou no fim de semana?


A escolha é sua, para seu melhor momento.


E, além de poder interagir ao vivo...


Você poderá contar comigo para esclarecer qualquer dúvida que você venha a ter...


E aprofundar cada vez mais a sua experiência.


Antes de contar para você qual vai ser o seu investimento para participar desse curso e desse grupo de desenvolvimento da felicidade,


Eu quero contar para você que resolvi "brincar" com a black friday...


E criar com você a Green Friday ;)


Porque verde é a cor do equilíbrio, é o centro do espectro visível, é a cor usada para cura...


Além de ser a cor da maioria absoluta das plantas <3


Então vou fazer assim:


Para cada inscrição no curso feita nesta Green Friday,


Além de você receber 60% de desconto na sua inscrição...


Eu me comprometo a plantar uma árvore.


Porque um mundo cheio de árvores é um mundo infinitamente mais saudável para todos os seres vivos!


Então, quando você se inscrever, você vai fazer parte desse movimento, desse grupo que desenvolve a felicidade para si e para o mundo ;)


Como eu disse, se você se inscrever entre agora e o final da sexta feira, seu investimento tem 60% de desconto :)


Passa de R$197 para apenas R$77.


E você pode parcelar em duas vezes.


E ainda tem o crédito por uma árvore a mais no mundo <3


Para se inscrever, é só acessar aqui:


>>> Workshop Conexão de Luz


E eu vejo você na área de aulas :)


Lembre-se de agradecer...


Eu agradeço pela oportunidade de compartilhar tantas coisas lindas e enriquecedoras com você.


À sua Natureza e Felicidade!
Um abraço de Luz!
Leticia Momesso

22 de novembro de 2016

Por que a Black Friday prejudica você

Olá!


Este artigo é para conversar com você sobre o consumismo e o que ele faz a você e à sua vida, aproveitando o gancho da Black Friday que está chegando...



"Quando começou a comprar almas, o diabo inventou a sociedade de consumo"- Millôr Fernandes







Confesso para você que me sinto muito ousada. 



Às vezes me sinto muito pequena para alcançar o objetivo de alertar muitas pessoas a nadar contra a corrente...



Mas algumas verdades precisam ser ditas.



Então imagine-se deitando para ir dormir em uma noite muito quente de verão tropical. Sem ar condicionado.



Você deita sem pijama, sem coberta e aproveita a brisa que entra pela janela para se sentir confortável, seu corpo relaxa, sua mente começa a descansar, você começa a entrar no sono... 



E, então, chega um pernilongo em seu ouvido. E picando a sua pele. 



Você resiste por um tempo...  até que se levanta, acende a luminária, espreme as pálpebras, espera o olhar se readaptar à luz, procura o bicho [quase invisível], pega algo com o que você possa alcançá-lo, mira e...



Percebe como um ser pequeno, tão pequeno que parece até insignificante, pode causar tanto movimento?



Pois se eu sou pequena demais para fazer um movimento significativo a favor da consciência de consumo, eu vou ser como um pernilongo.



E convid
o você a ser assim também... eu e você, lado a lado.



Porque você sabe que é comum você 'aprender' em filmes e em seriados que, para se sentir feliz, você deve adquirir algo novo, uma roupa nova, um sapato, um carro. 



Hoje, o ato de sair para comprar coisas é vendido a você como sinônimo de felicidade.



E você sabe também que a sua felicidade não vem daí. 



Você vai até a loja, ou o site de venda, tem um pico de entusiasmo... E depois volta ao ponto em que estava antes. E às vezes vai comprar mais alguma coisa, para ter mais um pico de entusiasmo, como se fosse uma droga.



E eu sei que você, se está aqui lendo isto, ou já saiu dessa roda de ratos, ou está prestes a sair.



Porque você busca consciência. 



Você vai ler neste artigo o que o psicólogo Edwin Karrer recomenda para tornar-se menos vulnerável ao consumo desnecessário...



Antes, eu quero que você compreenda o lado bom e ruim disso. 



Porque até a Black Friday não é de toda ruim em sua raiz. Ela foi criada para desovar estoques há muito tempo parados, com produtos a preços ridiculamente baixos, para serem comprados por quem precisasse.



No Brasil, porém, a cultura dos lojistas não é fazer grandes estoques... Então "importamos a black friday" para estimular o consumo inconsciente - e oferecer produtos 'pela metade do dobro', como você já sabe.



Outro fator importante é atentar-se à questão de comprar o que não precisa, trocar [carro, fogão, geladeira, etc] por uma peça nova, sem necessidade disso.



É uma prática que trata a Natureza como se tivesse recursos infinitos - que na verdade são finitos - e que contribui com a geração de muito mais resíduos do que a quantidade que o planeta consegue lidar.



Você sabia que os EUA (lá de onde vem a Black Friday) consomem 4x mais recursos do que a Terra pode fornecer?



O que essa cultura está fazendo com o nosso planeta?



E precisamos também abordar a questão emocional desse consumismo todo.



Porque ele está diretamente relacionado a nossos elos sociais.



No estilo de vida contemporâneo, nesta ilusão em que estamos vivendo, a posse e oferta de objetos são tratados como ingresso nas trocas sociais e afetivas, como sinônimos de felicidade e de demonstração de afeto. 



Mas não preenche em nada a nossa real necessidade de conexão emocional nem entre seres humanos, que dirá entre nós e a Natureza.



Apesar de todas as compras, nós permanecemos vazios.



"A cultura do consumo, na qual todos nós estamos inseridos, mercantilizou as dimensões sociais e datas comemorativas"- Lais Fontenelle Pereira, psicóloga.



Então o psicólogo Edwin K. compartilhou três frentes de ação para você se tornar menos vulnerável à manipulação em seus hábitos de consumo:



1- aumentar o nível de consciência sobre o processo de compra - tomar consciência da motivação real por trás da sua vontade de comprar;



2- reduzir a influência da publicidade sobre a sua tomada de decisão - mais uma vez, estar consciente de como está seu emocional ao fazer a compra (você não vai ter o poder de desbravar o mundo só porque comprou o carro 'fodão')



3- rever as formas de autogratificação - tomar consciência de sua carência emocional para poder preenchê-la de forma real, consistente.



Como você pode perceber, a sua real liberdade de escolha e a sua felicidade estão diretamente relacionadas à sua consciência de si mesma/o.



Eu diria, com convicção, que a sua liberdade e felicidade depende da sua consciência de ligação com sua natureza emocional.



"A máxima 'conhece-te a ti mesmo' é importante, inclusive, para o controle do impulso de consumo, para termos consciência e propriedade de nossas decisões."- Daniela de Oliveira, psicóloga.



Então eu me despeço deixando para você o convite para que venha comigo, lado a lado...



Preencher o vazio existencial e a carência emocional, que habita cada um de nós, com o que realmente vale...



Com consciência e reconexão à sua Natureza.



E que sejamos pernilongos na noite quente da sociedade.



Um abraço de Luz!

Leticia Momesso